Palavras ausentes

Desde a morte de Eugénio que a beleza das palavras tem estado ausente.


"As palavras não fazem o homem compreender, é preciso fazer-se homem para entender as palavras."


Herberto Helder (Retirado do site do Instituto Camões)

1 comentário:

Raquel V. disse...

Ainda que assim sintam, ainda que o cansaço invada... nunca, mas nunca as palavras serão silêncio... e a beleza estará na alma dos que as leiam e não só nos dos que as escrevem... nem que nada valham...